Bola Cheia! Conheça o River Plate de Gallardo

O River Plate chega às fases decisivas da Copa Libertadores com outra cara do que foi na fase de grupos da competição. Apesar da classificação como líder do Grupo D, invicto (03 vitórias e 03 empates – 12 pontos), o futebol que o River Plate apresentou durante a fase de grupos não condizia com a qualidade do elenco ‘millonário’.

Ao chegar às fases decisivas, conhecidas como ‘mata-mata’, o River teve que encarar duas potências do futebol argentino e conseguiu passar com autoridade por Racing e Independiente, ao apresentar um futebol de muita qualidade, enfim, esperado pelo seu torcedor.

A equipe dirigida por Marcelo Gallardo chegou a ficar 32 jogos invictos tornando-se a maior série de invencibilidade na história do clube, porém perdeu – com o time reserva – na rodada anterior para o Colón pela Superliga Argentina, perdendo assim tamanha racha sem derrotas.

Pontos Positivos

Que o River Plate está entre as melhores equipes da América do Sul, não há dúvidas! A esquadra que monta Gallardo, com toda técnica aliada à garra, é determinante para o futebol qualificado apresentado dentro das quatro linhas.

Uma das premissas nesta equipe de Gallardo, sobretudo quando atua no Monumental de Nuñez, é a marcação à pressão. A ideia é elevar o número de jogadores no campo de ataque e pressionar a saída de bola da equipe adversária com a ideia de ‘roubar’ a posse mais próximo do gol do rival.

riverxracing
Marcação à pressão do River Plate (Imagem: pasionriver.tv)

A intensidade que os atletas do River colocam na partida é fundamental para essa pressão nas saídas de bola do adversário. Rápida troca de passes, infiltração dos volantes na área e aproximação dos extremos são características ofensivas deste River de Gallardo.

O River Plate é ultra-ofensivo! A equipe, geralmente, atua apenas com um único volante de maior pegada, com maiores características de marcação, o capitão Leonardo Ponzio. Próximo a ele, atletas com mais características ofensivas, desde a Exequiel Palácios – um volante que chega à área como fator surpresa – ao centroavante da equipe (contra o Grêmio deve atuar o Ignácio Scocco).

Os laterais oferecem amplitude no setor ofensivo, enquanto que os extremos se infiltram para o centro, buscando a aproximação com os atacantes que atuam por dentro. Os extremos do River possuem características de criação, ou seja, são os principais responsáveis por gerar o jogo em prol da equipe ‘millonária’.

riverxracing2
Movimentação ofensiva do River Plate (Imagem: pasionriver.tv)

A intensa movimentação dos homens de ataque também é outra característica importante neste River Plate. Tanto ‘Pity’ Martínez, Juan ‘Fer’ Quintero, os ‘Nachos’ Scocco e Fernández, Santos Borré ou Lucas Pratto, independente dos titulares, todos se movimentam bastante no ataque, sem guardar posição, para confundir a marcação adversária.

O River Plate está entre as equipes que mais finalizam na Libertadores 2018. Além da incidência ofensiva, o River tem um estilo de jogo bastante direto, vertical, que busca, em poucos passes, chegar ao gol adversário. No quesito lançamentos, entre os quatro semifinalistas, o River Plate é quem mais utiliza do artifício para atacar os seus adversários.

Essa rápida transição defesa-ataque faz com que os contragolpes sejam trunfo no estilo de jogo da equipe de Gallardo. Por características dos seus atletas de ataque, que possuem velocidade e mudam de direção de forma rápida com a posse da bola, os contra-ataques têm sido fundamentais para a criação dos gols do River na competição.

riverxracing1
Jogada de contra-ataque do River Plate (Imagem: pasionriver.tv)

Pontos Negativos

Apesar de todos os fatores positivos citados deste River, somada às características técnicas dos seus jogadores, os ‘millonários’ também apresentam pontos negativos. Por contar, a exemplo, com um único volante de marcação e propor um número elevado de jogadores no campo ofensivo, sendo assim, a equipe deixa alguns espaços no meio de campo defensivo.

Por vezes, Léo Ponzio fica sobrecarregado na marcação pelo centro do campo. Desta forma, pode ser alternativa para o Grêmio povoar o setor ofensivo, não deixar de atacar e – caso Luan possa atuar – colocá-lo para explorar a marcação solitária de Ponzio à frente dos zagueiros.

Outro ponto a ser explorado pelas equipes que encaram o River Plate são as jogadas aéreas. Apesar de contar com uma dupla de zagueiros que são fortes fisicamente e de estatura elevada, os outros titulares, geralmente, são baixos e acabam por sofrer ao tentar marcar as bolas alçadas em sua área. Por vezes, nessas jogadas em que a defesa do River Plate acaba levando a pior, o excelente goleiro Franco Armani acaba por salvar a equipe ‘millonária’.

Os Destaques

O River Plate conta com um elenco recheado, excelentes jogadores, um ‘mix’ de atletas com experiência e jovens valores do futebol sul-americano. Alguns mais tarimbados no futebol, a citar Armani, Ponzio, Pinola, Maidana, Pratto e Scocco que se perfilam aos jovens destaques como Exequiel Palácios, ‘Pity’ Martínez, Santos Borré e ‘Fer’ Quintero.

Apesar da qualidade do elenco, os principais destaques do River Plate ficam por conta de Gonzalo ‘Pity’ Martínez e Exequiel Palácios. Jovens que desempenham papéis fundamentais na equipe de Gallardo e que os levaram até a seleção Argentina.

‘Pity’ Martínez tem 25 anos e é um meio-campista com muita qualidade técnica, com potencial para ditar e criar as jogadas ofensivas do River. Atualmente desempenha a função de ponta-esquerda, porém com os avanços de Milton Casco, Martínez acaba por centralizar as suas jogadas ofensivas.

pitymartinez
Gonzalo ‘Pity’ Martínez (Imagem: riverplate.com.ar)

Velocidade, técnica, pisa na área adversária para aumentar o número no ataque e, praticamente, com acordo selado para ser jogador do Atlanta United da MLS. O acordo entre a equipe norte-americana e o River Plate chegará a 15 milhões de Euros por 80% dos direitos econômicos do jogador.

Animated GIF - Find & Share on GIPHY

Outro destaque deste River Plate é o jovem volante Exequiel Palácios. Com apenas 20 anos, o jovem debutou na Libertadores 2018 proveniente ao gosto de Gallardo e inclusive marcou um dos gols da classificação diante do Racing nas Oitavas da competição.

exequielpalacios
Exequiel Palácios, a nova joia do River Plate (Imagem: riverplate.com.ar)

Exequiel Palácios é comparado a Pogba por suas características de jogo. Um volante com muita mobilidade, moderno, que chega à área do adversário como fator surpresa. Muita velocidade para auxiliar ao ataque quando necessário, mas também para recompor e fechar na marcação ao lado do volante de contenção da equipe.

Exequiel Palácios também já está na lista de Scaloni para compor a renovada seleção Argentina. Estreou com a camisa da seleção diante da Guatemala e esteve no amistoso contra a Colômbia. Jornais espanhóis citam que o Barcelona está de olho na jovem promessa do River Plate. Outra equipe que segue de perto os passos do volante é a Inter de Milão, ao enviar olheiros para acompanhar o desempenho do atleta mais de perto.

O River Plate marcou, até então, 12 gols na Copa Libertadores 2018. Abaixo, acompanhe todos os gols da equipe de Gallardo na principal competição do continente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s